INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA!

Happy Successful Young Businessman Throwing His Coat in the Air for being Free of Something with Wide Open Arms at the Field During Sunset.

COMO SABER SE JÁ ATINGIU A

INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA

Entre os investidores, muito se fala sobre o prazo para alcançar a independência financeira. Ou seja, o dia em que os dividendos pagarão suas contas. Para quem é novo nos investimentos e ainda não está acostumado com essa ideia, é isso mesmo.

 

VIVER DE RENDA 

 

Quando se fala em investimentos em ações, uma das possibilidades é a acumulação de patrimônio com o objetivo de viver de renda. A maioria das empresas, e também mais alguns ativos financeiros, pagam um rendimento periódico para os acionistas.

Na prática funciona assim: Quando alguém compra uma ação de uma empresa, também está comprando o direito de participação nos lucros. Toda vez que essa empresa distribuir lucros para os acionistas, essa pessoa também recebe a parcela proporcional as suas ações. 

Imagine que uma empresa distribuiu R$100 mil em um ano. Se essa empresa tivesse um único dono, essa pessoa receberia todo esse valor. Se a empresa é dividida em várias ações, cada acionista receberá uma parte desse valor.

O mais interessante desse mecanismo é que quanto mais ações forem compradas, maior será o valor recebido como participação dos lucros. Se a empresa do exemplo acima fosse dividida em 100 mil ações, cada acionista receberia R$1,00 por ação. Logo o portador de 100 ações receberia R$100,00, o portador de 1 mil ações receberia R$1 mil reais e assim por diante.

 

Aprenda agora mesmo a investir dessa forma. Saiba mais.

 

Como podemos ver acima, quanto mais ações possui, mais o investidor recebe. Sendo assim, o investidor que passar anos comprando ações, alcançará um patamar em que esse rendimento será o suficiente para bancar o seu custo de vida. Nesse momento, esse investidor, poderá dizer que alcançou a independência financeira, pois não precisa mais trabalhar para o dinheiro, deixou de ser dependente,  o dinheiro entra automaticamente. Agora esse investidor passa a viver de renda.

 

QUANTO TEMPO LEVA

 

A pergunta é: Como saber o dia em que eu alcançarei a minha independência financeira? Como faço esse cálculo?

Para sabermos exatamente essa data, seria necessário ter, no mínimo, quatro informações.

  1. Patrimônio atual
  2. Aportes mensais
  3. Rentabilidade no período de acumulação
  4. Custo de vida no final do período de acumulação


Vamos falar de cada um deles.

 

PATRIMÔNIO ATUAL

 

A primeira informação a ser considerada é o patrimônio atual. Essa é a mais fácil, pois basta somar todos os seus ativos financeiros. Se o seu patrimônio é zero, não se preocupe, isso nunca foi e nunca será um impeditivo para que alguém alcance a independência financeira. Todo mundo tem um começo.

 

APORTE MENSAL

 

A segunda informação é o valor do seu aporte mensal. O aporte mensal é fácil de calcular hoje. Se eu te perguntar, aposto que em menos de 5 minutos você consegue me responder quantos você consegue investir por mês. Agora se eu te perguntar, quanto você consegue aportar mensalmente daqui um ano? Provavelmente você terá que fazer alguns cálculos e depois de 10 minutos me passaria um valor estimado. Vamos em frente. Te pergunto quanto você conseguiria aportar daqui há 5 anos? Não me importa o tempo que você leve para me dar essa resposta e nem os cálculos por você utilizado, pois eu te digo que qualquer valor estimado se trata apenas de um desejo, sonho, meta, objetivo, ambição, mas a verdade é que é completamente impossível saber quanto você poderá aportar daqui há 5 anos.

Veja bem, não estou querendo dizer que isso é ruim, mas é que nesse ponto eu acho que o Bial sempre esteve certo quando ele diz:

 "Talvez você case, talvez não. Talvez tenha filhos, talvez não. Talvez se divorcie aos 40, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante. Faça o que fizer, não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você. As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo, é assim pra todo mundo. "Filtro Solar - Pedro Bial

 

Sendo assim, não perca tempo calculando quanto você vai aportar daqui há 5 anos, simplesmente tenha em mente que você aportará muito mais do que aporta hoje. Acredite que isso é possível e faça tudo que estiver ao seu alcance para que isso de certo. Fazendo assim a chance de você conseguir certamente será maior do que qualquer cálculo matemático que tente te provar.

 

RENTABILIDADE NO PERÍODO

 

O terceiro item é a rentabilidade que você conseguirá na fase de acumulação. Nesse quesito só temos duas certezas. 

Primeiro, quanto maior a rentabilidade que você conseguir nesse período, menor será  o caminho até a independência financeira.

Segundo, quanto mais você estudar e se dedicar a entender o mercado financeiro, maior serão as chances de aumentar a rentabilidade.

 

 O curso 500 Pratas é um bom começo para aumentar a rentabilidade da sua carteira. Saiba mais.

 

Bom, quanto a rentabilidade, essas são as únicas certeza que podemos ter. Qualquer outro valor apresentado, seja 1%, 1,5% ou 2% ao mês,  mais uma vez se trata apenas de um desejo, sonho, meta, objetivo, ambição, mas a verdade é que é completamente impossível saber quanto você poderá alcançar de rentabilidade durante o período de acumulação.

 

CUSTO DE VIDA

 

A quarta e última variável é o seu custo de vida no final do período de acumulação. Se eu te perguntasse o seu custo de vida hoje, quanto você precisaria receber por mês para se considerar financeiramente independente, certamente você me responderia em menos de 5 minutos. Se eu te perguntar sobre o seu custo de vida daqui um ano, talvez você demore mais de 10 minutos para me responder e a chance de sua resposta estar errada será grande.

Pensando assim, mais uma vez eu acho que quem sabe das coisas é o Bial, quando ele disse:

 "Aceite certas verdades inescapáveis: Os preços vão subir, os políticos vão saracotear, você, também, vai envelhecer. E quando isso acontecer, você vai fantasiar que quando era jovem os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes e as crianças respeitavam os mais velhos. Respeite os mais velhos. E não espere que ninguém segure a sua barra. Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada. Talvez case com um bom partido, mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar"

Veja que tentar imaginar o seu custo de vida no final do processo de acumulação, é como acreditar em conto de fadas, pois são infinitas as variáveis que irão afetar o cálculo durante o percurso.

 

QUAL A LIÇÃO

 

A lição que podemos tirar dessa reflexão é que, sempre que perdemos horas calculando o dia em que alcançaremos a nossa independência financeira, temos grandes chances de estar errados.

Isso tem o lado ruim e o lado bom. O ruim é que você pode demorar muito mais do que o planejado e o lado bom é que você pode se tornar independente muito antes do que imaginava.

Sendo assim, ao invés de gastar tempo criando cálculos mirabolantes para descobrir o dia em que alcançará a sua independência financeira, gaste tempo tentando mudar hoje os quatro pilares que te ajudarão nessa jornada. Vamos relembrar eles.

  1. Patrimônio atual (Tente aumentar hoje e todos os dias da sua vida)
  2. Aportes mensais (Tente aumentar hoje e todos os dias da sua vida)
  3. Rentabilidade no período de acumulação (Tente aumentar hoje e todos os dias da sua vida)
  4. Custo de vida no final do período de acumulação (Reveja hoje e todos os dias sempre focado no seu maior objetivo)




Sucesso!

Leandro Cabral



Curiosidade:

Você sabe oque é Sinergia? É o esforço simultâneo, trabalho em equipe, cooperação, etc. Pratique a sinergia que esse caminho também será mais fácil.

500 Pratas te da a possibilidade de praticar a sinergia participando do nosso grupo fechado. Saiba mais.

 

51FXtvxBVwL._SL250_
51qAxR+Gk1L._SL250_
investidor 500 prata$

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.